De um tempo pra cá…

..TUDO MUDOU!! — N

Tá.. foi bem drástica a mudança… de conceitos, de preceitos, paradigmas, modo de pensar em muitas coisas, na interatividade com todo o social, até com o que “assisto”… enfim, tudo.

Tudo começou no twitter (desculpa Vilão, eu bem que tentei — mas foi só uma referência ao site), por volta do 1º semestre do ano passado (2008). Achava o máximo acompanhar comentários e opiniões de “personalidades da internet” (tipo @crisdias, @cmerigo, @fseixas, @loumartins, @marcogomes dentre outros), tentava conseguir um reply participar, mas era quase impossível. Foi quando em Junho/08 o Fábio Seixas (sócio-fundador do Camiseteria) divulgou no tw.. aquele site lá (@vilao: ;-D) alguma coisa sobre o plurk (inclusive um post no blog dele). Foi o suficiente pra eu correr lá e me cadastrar.

Pós-Plurk

A partir disso, tudo mudou — N. Tá, exagerei, a princípio não.. eu ainda usava muito o outro. Mas com o tempo o Plurk começou a tomar mais tempo. Eu comecei a ver um lado mais “social” ali, firmei amizades, comecei a conviver mais (de certa forma) com as pessoas que tinha ali, passar até por problemas (afetivos, depressivos, familiares, bobos, acerto de blog, fofocas, etc) e alegrias (aniversários, comemorações, conquistas, etc) juntos.

Chega a ser constrangedor e engraçado fazer comentários sobre outra localidade — tipo: São Paulo, Rio Grande do Sul, Acre (#brinks, ele não existe), Paraná, etc.. — e depois ter que explicar para as pessoas toooooda história sobre redes sociais, plurk, twitter, whatever. Daí eu só falo… :

“.. diz que em [nome de algum lugar] está gelando!”

… ou:

“.. vocês viram o [algum fato curioso / novidade] que aconteceu lá no [algum lugar]? diz que o ‘bicho tá pegando lá’..”

… sempre assim.

Se for falar de relacionamentos então… ihhh.. vi de tudo. Vi términos de namoro (uns por ciúmes “internetês”), vi começos de namoros (eu? oi?), conheci gente que namorou a centenas e/ou milhares de quilômetros, com o único contato sendo internet, e deu certo, se encontrando depois de meses e anos.. até casando! Vi grandes amizades sendo formadas, construídas.. com bases sólidas, — não só mais um contato no msn — passo horas no skype conversando com amigos (de coração) de GO, DF, MG, SC, SP, RJ.. Portugal oO’. E faz até falta ficar dias sem conversar com eles.

E como nem tudo é um mar de rosas, vi muita coisa podre e falsas amizades também. Internet é assim, tem de tudo — todo tipo de pessoa… cabe a nós saber filtrar adequadamente o que queremos ver / acompanhar.

Fique atento! E boa sorte.

:]

obs: um edit ainda em tempo: não citei nomes, porque são muitos. Mas uma breve lista são as pessoas que se encontram nos meus links

16 ideias sobre “De um tempo pra cá…

  1. Dan

    É cara realmente eu só consigo usar o Twitter via Plurk mesmo mas n da pra dizer q ele n tem a sua utilidade, mas como rede social pra realmente conhecer e acompanhar as pessoas ainda sou mais o plurk mesmo o/

    Responder
  2. Mish

    Plurkete 4ever! *-* um dia eu faço/compro uma camisa com essa descrição xD

    Hoje em dia quase não dou bola para o Twitter, aquela pergunta do "O que você está fazendo agora?" é apenas enfeite. Você apenas vê novidades do mundo em geral que eu facilmente acho no meu Google Reader. Então para que perder tempo?

    Eu gosto do plurk por causa disso… Lá ainda se tem um áurea familiar e a cada dia que passa você acaba descobrindo coisas novas sobre cada um, além, é claro de revelar mais um pouquinho a cada dia…
    Brincadeiras, Zoações, Sacanagem –a qq hora do dia, oi. +18– e muita risada.
    Além é claro de coisas fofas… Já cansei de ver Plurks fofitos e amorosos entre o senhor Dan ai em cima com a linda Gaby (oi, cuida bem dela, rapa! u.ú)

    Plurk, para mim, é mais que um microblogging.
    É um centro familiar multi-cutural… xD

    Responder
  3. Gaby

    Mish é coerente. Valeu Mish =D

    Tenho uma imensa consideração por muitos amigos do Plurk e espero um dia encontrar vcs XD Mas como na vida real, na virtual rola de tudo um pouco né.

    Responder
  4. Rosangela/Ropis

    Eu também comecei com o tw, mas acabei fisgada pelo Plurk, justamente pelas pessoas que andam por lá. É como você disse, tem de tudo, a gente filtra e é filtrada também, mas é tudo muito divertido. ;D

    Responder
  5. Priih

    Eu estou nos links e você citou SC! *-* HAHAH
    A internet é uma coisa maluca mesmo. Mas apesar das coisas ruins que a cercam e que ela contém, eu aproveito ao máximo as coisas boas.
    Sou meio que viciada, e você bem sabe =P mas enfim, plurk e twitter acho que não consigo mais ficar sem. Conheci pessoas maravilhosas lá, e você é uma delas (:
    Realmente faz falta ficar sem falar por alguns dias com você, e com o resto do pessoal. Mas a gente supera por que não passamos muito tempo sem contato não é mesmo?
    Que as amizades continuem fortes e sejam preservadas ^^

    Beijão Theus :**

    Responder
  6. Lys

    Faz tanto tempo que não entro no Twitter que nem sei mais o que se faz por lá, rsrs. Plurk me conquistou totalmente, tenho amigos queridos lá, sabe?! *-*
    Eu sinto a maior falta quando por um motivo ou outro não posso entrar no plurk. Sinto maior falta também quando não dá pra conversar no Skype. Como já disse antes (cuidado, momento EMO!) vocês são super importantes pra mim, mesmo nunca tendo visto ninguém "ao vivo" *-*
    Poxa, Theu, errou meu nome ali nos links :'(
    huahiauhahiauahiua

    Beijo!

    Responder
  7. Thuanny

    Essas redes sociais são de alto risco para quem se envolve. rs Sério já vi de tudo um pouco e no meu twitter me limito a fazer comentários que não vão causar muito impacto na minha vida pessoal e falo de algumas notícias que provavelmente todos já sabem, por enquanto estou adorando mas vamos ver né? Boa semana para ti.

    Responder
  8. Evelyn Lima

    Saudades Tetheus
    Olha so bom ja passei por isso realmente theus na net tem de tudo mesmo
    bom por isso so uso msn e blog pq e somente para pessoas que gosto e admiro.
    cansei de ter amizades com pessoas falsas e fofoqueiras tanto na vida real e virtual
    tirando as barraqueiras tbm tem cansei…
    Acho que isso faz o doce ficar azedo mas nao fica assim viu vc sempre vai tar no meu coraçao pra sempre…
    te adoro se cuida bjos

    Responder
  9. Stephanie Martins

    Não é segredo pra ninguém que, mesmo abandonando de tempos em tempos, eu sou apaixonada pelo plurk! E tenho uma atração MUITO maior por ele do que por outras redes sociais, é mágico! Fiz amigos, amigos de verdade, por quem tenho carinho de verdade, mesmo sem nunca ter visto pessoalmente.
    Você é um deles, tá? 🙂

    Beijão :*

    Responder
  10. Alessandra Ramos

    Eu achava que estava acontecendo só comigo…
    Hoje uso o Twitter muito raramente…Uso muito mais via Plurk,pois este ultimo me conquistou. O convívio se dá de forma diferente, dinâmico, e tem o que vc escreveu, interagimos com gente de todo lugar, prova maior é quando alguém comenta coisa tipo: "-Tá a maior chuva aqui", e chovem respostas de como o tempo está em tudo o que é canto, e isso é muito legal. Não me vejo sem plurk!
    Aproveito p desejar excelente final de semana embora possa fazê-lo via Plurk,mas posso esquecer…Well, te "vejo" lá "daqui à pouco". Bjo!

    Responder
  11. giih

    Acho que o Plurk mudou a vida de todo mundo que tá lá até hoje. Não sei o que eu faria em todas as minhas tardes entediantes, senão conversar e me divertir com os meus amigos (que eu realmente considero) no Plurk. Parece idiota vindo de uma pessoa de 14 anos, mas lá eu vi, além de tudo que tu falou, que é possível fazer boas amizades com pessoas de todas as idades. Isso te inclui, senhor Matheus Eduardo. ^^
    Eu também aprendi muita coisa lá, coisas úteis. E também é bom saber que, se um dia eu perder todos meus amigos, pelo menos eu vou ter os do plurk. XP Ahh, é tão bom!
    bjs

    Responder

Deixe um comentário