Aurélio Marinho Jargas

Quem conhece o “verde” levanta a mão?!?
o/ o/ o/

É… Tudo aconteceu da forma mais inesperada possível. Se contar, ninguém acredita. Mas acho que Deus depois de tudo que passei resolveu me dar um “presentinho” por bom comportamento (espero).

Bom, tudo o que aconteceu começou quando eu passei pelo blog do sujeito, no post que ele contava do seu aniversário de 30 anos, e suas metas/objetivos. Como sempre sou muito detalhista, fui brincar de colocar tags html no comentário, e acabei fazendo uma cagada (abri com <strong> e fechei com </b> .. ¬¬ ). Então preferi consertar, mas como não tem como apagar, enviei corretamente e para a correção, enviei um e-mail pra ele avisando, e junto com o e-mail, perguntando informações sobre a tão citada Matinhos-PR. Na verdade, era porque minhas férias já estavam se aproximando, e eu estava pensando em visitar algum lugar “diferente”, ficar away, mas acabou que acabei recebendo uma outra notícia: que ele estaria visitando Belo Horizonte! E ficaria de 2ª a 5ª (22 a 26 de Outubro).

Fiquei realmente feliz com a notícia. Aurélio é uma pessoa que tenho como um “ícone”, representa muita coisa pra mim. Desde sempre 2005 acompanho o blog, não muito no começo porque eu ainda num conhecia o advento do RSS, mas desde que uso o netvibes, foi um dos primeiros rss que adicionei. O seu site então… já me serviu de muuuitas referências, inclusive ajudando muito no trabalho. Claro, um dos primeiros contatos foi buscando por Expressões Regulares. Ele não manja de ER, ele simplesmente é o maior referencial que tenho (o Google que o diga .. ^^), e inclusive já escreveu dois livros e um guia sobre o assunto. Já buscou por expressões regulares ou apostila shell no Google? Aahh tahh, nunca precisou. Mas se precisar, vai ser quase obrigado a visitar o site dele, está sempre entre os 5 primeiros resultados, ocupando quase todos.

Sabendo aproveitar a oportunidade, que eu sabia que seria(m) única(s), o convidei pra almoçar por duas vezes, terça e quint-feira. Um dia fomos no Minas (Tênis Clube), no restaurante de lá que tem uma comida deliciosa; e no outro fomos no Xico Savassi, pra ele experimentar a tradicional comida mineira.

Eu sabia que ele era um “nerd”, mas eu num tinha noção do tanto que eu me enquadrava nesse vocábulo. Dentre vários assuntos conversados durante os almoços, foram:

Bom, foi assunto suficiente pra ocupar horas de conversa, pra aprender várias coisas e pra me convencer definitivamente da necessidade de um laptop Apple.

Foi uma realização muito grande conhecer o Aurélio de perto. E espero poder vê-lo novamente, poder conversar mais sobre esses assuntos “nerds”, antes que ele desista definitivamente da informática.

Aahh… e no meio do assunto de s.o. surgiu uma frase que não vou esquecer tão cedo:

“A ignorância às vezes é uma benção.” (aurélio)

Engraçado ser “meio fã” de um… um… nerd. Mas todos que conhecem ficam fã. Todas pessoas que tiveram contato com ele, deram um retorno super positivo.

aurélio e euSe um dia Deus (e uma poupança bem gorda) me permitir, vou ter coragem e fazer a mesma coisa que ele fez um dia, e hoje já parece quase que completamente realizado. Meu sonho. Esse mundo da informática cansa a gente muito rápido, se tratando da “indústria” (ser um operário), a gente quando gosta quer ter como hobby, e não ser escravo dela.

Vida longa ao Aurélio!!! E eu apoio a Campanha Aurélio Trilhardário! Conheça-o mais um pouco, navegue pelo site e apoie também!

Referências:

=]

4 thoughts on “Aurélio Marinho Jargas

  1. Maíra

    Olha.. é um perigo ficar elogiando assim..vou ficar mal acostumada. vou começar a tratar mal os que me avacalham..rs..
    Mas que bom que gostou :-), mesmo sendo uma pseudo-escritora.. mesmo não sendo uma blogueira de fato.. e mesmo achando que eu deveria escrever menos bobagens, leitores gentis são sempre bem-vindos… mas cuidado ao passar da primeira página.. o nível das coisas pode cair muito..hahaha

    PS: Eu conheço o Aurélio, eu conheço o Aurélio! 😀

    Responder
  2. Maíra

    Umas partes são verdadeiras.. outras são aprimoradas 😛
    Na verdade tudo tem sua porcentagem de verdade, mas eu espero sinceramente que você nunca acredite nisso..hahahaha

    Responder
  3. Pingback: Uai, sô! « Blog do Aurélio (Verde)

  4. Ronaud Pereira

    É… o Aurélio realmente é fera. Além de uma inteligência e criatividade sem igual, retrata de forma precisa e rara coisas que até nós vivenciamos, mas não enxergamos. É isso ai, vida longa ao VERDE!!! e a todos nós, é claro rs.

    Responder

Deixe um comentário