Arquivo mensais:maio 2007

Zuleidos e Valérios

Não gosto dessa idéia de repetir texto de algum lugar, mas existem textos que merecem divulgação!!

Zuleidos e Valérios

É atribuída a Tim Maia a frase de que só no Brasil “puta se apaixona, cafetão sente ciúme, traficante cheira e pobre é de direita”.

Não sei se é verdade, mas não vem ao caso. O que sei é que se Tim Maia estivesse vivo ele aumentaria sua frase com novos exemplos. Descobrimos muito recentemente que cá na terrinha juiz vende liminar, policial protege bandido e empreiteiro corrupto se diz adepto do zen-budismo. Gretchen, a rainha do bum-bum, está num partido que um dia congregou comunistas de estirpe. Bruna Surfistinha, garota de programa… deixa pra lá, os exemplos são muitos e apenas nos mostram, como diria Caetano, que alguma coisa está fora da ordem.

Os mais afoitos dirão que vivemos uma débâcle moral. Outros talvez culpem os novos tempos, antevendo sinais de que o apocalipse se aproxima. Não sei, apenas me assusto quando passo por bancas de jornais e vejo a enorme quantidade de revistas que vendem fofocas de um tipo de gente que, por convenção, chamamos agora de “celebridades”… Substituímos antigas referências por gente como Alemão do BBB, e movemos nossas preocupações cotidianas para saber quem será o novo affair de Grazzi Massafera ou a nova partner do Gianechini…

São tempos vazios. Consumimos informações que não sobrevivem a uma noite, e que não acrescentam absolutamente nada a nossas vidas, a não ser o prazer vicário de gozar com a fama alheia. Se prestarmos atenção, nos tornamos potencialmente corruptos. Só não o somos na prática por falta de oportunidade, por não ter a chance de privar os mesmos espaços e gabinetes de Zuleidos e Valérios. Como brincava o Barão de Itararé, “negociata é todo bom negócio para o qual não fomos convidados”. É isso: falta o convite, a sedução…

Estamos no Fio da Navalha, para usar um termo em voga no momento. Temos Proálcool, mas movido a trabalho escravo. Temos democracia, e um dos Congressos mais corruptos da história. Temos a modernidade da internet, e uma juventude desinformada e desinteressada.

Está na hora de descer do muro. De um lado, a vida com seus percalços. Do outro, a fama fácil e a riqueza provida por Zuleidos e Valérios.

Alexandre Epilege
Quadro Voz Corrente
Primeiro Programa
Transamérica FM

Primeiro post

Complicado… uma palavra simples que tenta explicar coisas inexplicáveis.

Pensa: Quando é que uma pessoa resolve que precisa (ou simplesmente seria legal) ter um web log?.. popularmente conhecido como blog… ou em outras palavras: um diário pessoal (profissional, técnico, etc) na internet… público.

O que postar?
Até onde posso expor minha vida pessoal?
Quais os benefícios?.. Prós e contras?
Será que vou sempre ter o que postar?
Pra quê isso?
E tempo pra isso?…

Bom… pra mim foi muito complicado criar coragem pra fazer algo do tipo. Mas eu acabei pensando até que nível minha vida digital ia e vi que precisava de algo mais que scraps recados no orkut. Estava chegando em um ponto em que, quando eu queria deixar um fato importante, um acontecido do dia ou do dia anterior, eu colocava um recado no topo dos meus recados no orkut com algum link para que a pessoa entendesse o que eu falava. Eram muitas as coisas: um fato, um momento importante na minha vida, um vídeo, uma foto, uma fala, um texto, um áudio, pensamento, besteiras, tutoriais, soluções, etc…

Foi quando deu aquela luz e resolvi criar meu próprio blog.

Diz-se, do popular, que para se ter uma vida completa precisamos “Plantar uma árvore, Escrever um livro, Ter um filho”, mas… e na vida digital (de um nerd, ou semi-nerd)?!.. Não sei o que é realmente necessário para todos, e quem sou eu pra dar palpite. Talvez, no mínimo, escrever um blog, ter um album de fotos “legal” e “plantar” amizades (para colher bons frutos — relacionamentos)… que é o que espero o mínimo que eu mantenha.

Será que vai ser difícil?!?… CLARO!.. mas a gente fuçando na internet sempre acaba achando uma coisa legal e menos copiosa que outros blogs… é o que eu espero!

=D